1. Home
  2. Crédito
  3. É possível alcançar inadimplência zero na sua indústria? Descubra!

Cuidar das finanças da indústria é essencial para o negócio se manter e poder crescer. Para isso, os gestores devem ter atenção à possibilidade de os clientes se tornarem inadimplentes. Nesse sentido, buscar a taxa de inadimplência zero pode ser interessante.

Afinal, a falta de pagamento pelos consumidores é um dos mais prejudiciais para a gestão financeira de qualquer negócio. Ao entender como evitar ou eliminar completamente a questão da inadimplência, é possível aproveitar diversos benefícios na gestão. 

Quer aprender como alcançar a inadimplência zero na sua indústria? Descubra o que fazer!

O que é inadimplência? 

A inadimplência representa a falta de pagamento de um compromisso financeiro previamente assumido. Ela ocorre, portanto, quando um devedor não faz a quitação dos valores acordados anteriormente na data combinada. 

Esse fenômeno afeta principalmente as empresas que vendem a prazo. Ou seja, quando o negócio oferece um serviço ou produto e deixa com que o pagamento seja feito em um momento posterior — o que é bastante comum no mercado.

Se o cliente fizer o pagamento até o prazo definido, ele estará adimplente. Porém, se ele não realizar o pagamento do valor devido, ele passará a ser inadimplente. É importante notar que a inadimplência pode afetar negócios de todos os setores e portes. 

No caso do varejo, o inadimplente é o cliente que não faz o pagamento do crediário ou não cobre um cheque, por exemplo. Na indústria, quem não faz o pagamento geralmente é outra empresa, como um distribuidor, varejista ou atacadista. Logo, não existe apenas um tipo de inadimplente. 

Quais as causas de uma alta desse fenômeno na indústria? 

Como você viu, a inadimplência está relacionada à falta de pagamento de uma dívida no prazo acordado. Para lidar com essa questão, é essencial compreender que diversos fatores podem levar a um aumento na taxa de inadimplência na indústria. 

Esse indicador representa o volume de inadimplentes em relação a todos os clientes. Logo, quanto maior for a taxa, maior é o número de pagamentos atrasados e não realizados.

Em geral, o aumento na taxa pode estar relacionado a questões econômicas. Diante de uma crise financeira em todo o mercado, por exemplo, as empresas tendem a apresentar dificuldades para cumprir determinados compromissos financeiros.

O aumento do desemprego também costuma estar relacionado à inadimplência. Afinal, um número maior de pessoas desempregadas faz com que haja menos consumo, o que prejudica as finanças dos negócios e pode dificultar o pagamento dos compromissos assumidos.

Ainda, vale considerar que existem questões individuais de cada empresa. Por isso, a economia pode estar em um bom momento e a inadimplência subir no negócio. 

Isso costuma decorrer de uma má gestão financeira empresarial e de uma concentração maior da carteira de clientes. Assim, apenas um cliente se tornar inadimplente pode ser o suficiente para aumentar a taxa de maneira significativa.

Ainda, é fundamental considerar que a inadimplência pode estar associada a uma má análise de crédito. Não conhecer a capacidade de pagamento e o risco que um distribuidor, varejista ou atacadista oferece pode levar à concessão indiscriminada de crédito. Com isso, a tendência é que a inadimplência aumente.

Como a alta inadimplência pode afetar a indústria?

Compreender o que representa a inadimplência ajuda a saber quais são os riscos que ela pode gerar. No caso das indústrias, um dos principais efeitos negativos é sentido no fluxo de caixa projetado.

Essa ferramenta é composta tanto pelas contas a pagar e pelas contas a receber em determinado período futuro. Com base nessas informações, a indústria costuma basear suas decisões, fazer investimentos ou arcar com os custos de produção.

Se a inadimplência ocorrer, entretanto, as contas a receber não entram no caixa da empresa. Com isso, pode haver uma falta de recursos em todo o negócio, prejudicando a saúde financeira da indústria.

A alta inadimplência também prejudica a previsibilidade financeira. Sem ter uma ideia clara de quanto dinheiro entrará a cada período, o negócio perde a capacidade de tomar decisões de médio e longo prazo.

Dependendo da situação, a alta dessa taxa pode gerar endividamento para a indústria. Logo, sua competitividade e mesmo sua continuidade no mercado podem ser afetadas.

Afinal, é possível alcançar a inadimplência zero? 

Após saber quais são os impactos da inadimplência na indústria, faz sentido buscar que essa taxa seja zerada. Porém, é normal ter dúvidas se é possível chegar a esse resultado — ou mesmo se aproximar dele.

A boa notícia é que existe a chance de lidar com pouca ou nenhuma inadimplência na sua indústria. Desse modo, há como efetuar uma gestão financeira mais previsível e estratégica.

Com a inadimplência zero, também é possível realizar investimentos importantes e garantir mais saúde financeira. Assim, aumentam as chances de alcançar o sucesso no mercado.

Como se aproximar da inadimplência zero? 

Para reduzir ou mesmo eliminar a inadimplência da realidade da indústria, o gestor deve considerar a relevância de ter um setor de crédito bem estruturado. A análise das condições dos clientes é essencial para conceder crédito apenas para quem tem menor probabilidade de se tornar inadimplente.

Nesse sentido, não é interessante realizar o processo de maneira manual ou considerando apenas o risco. Afinal, a cadeia de distribuição tem demandas específicas e que precisam ser consideradas. Por isso, vale a pena contar com uma fintech que possa ajudar a alcançar a inadimplência zero.

É possível fazer isso ao recorrer à Trademaster. A fintech conta com uma tecnologia proprietária de análise de crédito e incorpora outros elementos relevantes, focando na continuidade e na ampliação do relacionamento entre as partes. 

A partir desse ponto, cada cliente passa a ter um limite de crédito disponível. Desse modo, os distribuidores e varejistas podem comprar da sua indústria e ter mais prazo para pagar. Em troca, há o recebimento dos valores de modo imediato da Trademaster.

A fintech fica responsável pela cobrança de clientes. Em consequência, uma eventual taxa de inadimplência não atingirá diretamente as contas da indústria. Desse modo, é possível equilibrar o fluxo de caixa com mais facilidade.

Neste artigo, você descobriu o que é a inadimplência e viu que há como levar essa taxa a zero na indústria. Com a ajuda de um bom parceiro financeiro, o processo será mais fácil e os gestores podem garantir um nível maior de saúde financeira para o negócio.

Precisa de ajuda para lidar com as finanças? Fale conosco da Trademaster e conheça nossas soluções!

Notícias recentes